top of page

5º Dia da Novena Solene | 115ª Festa de São Benedito 2024

Neste quinto dia da novena, 4 de abril, celebrou a eucaristia o Padre Moisés Júnior.



Foto: Pedro Lemes


A celebração da Novena nesta quinta-feira, 4 de abril, fez memória das raízes étnicas de São Benedito. De descendência africana, Benedito nasceu livre na Itália. Enquanto os reis da Festa, Júlio e Rosileia, levaram ao altar a imagem de N. Sra. Aparecida, sem o manto e a coroa, como fora encontrada no rio, o grupo Namíbia fez a entrada com a imagem de São Benedito.

Na entronização da relíquia do padroeiro da paróquia, religiosas africanas de Angola da congregação “Mensageiras do Amor Divino” cantaram e dançaram na linguagem de seu país, que traduzindo significava: “Hoje é dia de alegria”. Além do grupo Namíbia e das religiosas, também foram convidadas da Novena a Pastoral Afro, e as comunidades São Francisco e Santa Luzia, com a presença da Irmandade e dos Guardiões de São Benedito.


Foto: Pedro Lemes


A celebração foi presidida pelo padre Moisés Júnior, da Paróquia Senhor Bom Jesus, de Potim, sendo concelebrantes os padres Vanderlei Sousa, Missionário Redentorista, André Gustavo e Thiago Guimarães.

Sobre o tema da noite “No Ressuscitado, acolhemos a certeza da salvação”, padre Moisés refletiu: “É através da sua ressurreição que estamos aqui, nós, padres, religiosas, cristãos leigos, levando Jesus, o caminho, a verdade e a vida. A ressurreição de Jesus nos mostra que a vida não termina neste mundo, a vida começa na eternidade”. Padre Moisés disse também: “São Benedito viveu uma vida na certeza da salvação. Um santo cozinheiro. Era uma missão e ele se dedicou. São Benedito foi o homem que buscou amar as pessoas”.


Texto: Andresa Custódio


Foto: Pedro Lemes


Ajude-nos em nossas atividades de evangelização paroquial e também na concretização da festa de São Benedito de 2025.




Foto: Pedro Lemes

15 visualizações

Comments


bottom of page